terça-feira, 24 de julho de 2012

Tijolinhos

  

O blog estava carente de uma gordice né? Pois então, abri uma 'janela' na minha dieta ( gente, dessa vez está dando certo) e fiz pela primeira vez esse pão de um dos livros que recebi da Nestlé quando era criança, ou seja, praticamente uma relíquia... Como nunca tinha feito, tive que experimentar para dar um feed back aqui pro blog e imaginem o resultado? GORDO! 
Apesar de parecer trabalhoso, podem fazer que é muito simples. A massa e o recheio ficam com uma textura excelente, ótima para manusear. É claro que se tiverem alguém para ajudar a passar no açúcar e na canela enquanto abre e recheia a massa tudo fica muito mais rápido.



Massa:

2 tabletes de fermento para pão (30g)
1/2 xícara de chá de leite
6 colheres de sopa de açúcar
1/2 kg de farinha de trigo
3 ovos
1 colher (café) de sal
100g de manteiga

Recheio:

1 lata de leite condensado
1/2 tablete de chocolate meio-amargo
1 colher de sobremesa de manteiga

Para polvilhar:

2 colheres de sopa de manteiga derretida
2 xícaras de açúcar
2 colheres de sopa de canela

Dilua o fermento no leite morno e 1 colher de açúcar. Acrescente farinha o suficiente para formar uma massa líquida. Cubra e deixe crescer em lugar aquecido. Enquanto isso prepare o recheio.


Recheio: Coloque todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo baixo. Mexa sempre até obter umas mistura uniforme e começar a desgrudar da panela. Despeje em um prato para esfriar.


Voltando à massa:

Junte amassa líquida ao restante do açúcar e da farinha. Junte os ovos, o sal e a manteiga. Amasse bem. Abra pequena porções de massa , recheie com o creme de chocolate e feche formando bolinhas. Passe cada bolinha na manteiga e depois na mistura do açúcar com a canela. Acomode-as em uma forma redonda untada com furo no meio* e empilhe as bolinhas. Se a forma for pequena e sobrar massa, repita o processo em outra igual. Deixe descansar em lugar protegido por 30 minutos e depois asse em forno quente (200º C) por meia hora. Desenforme depois de frio.


* Como a minha era muito pequena, assei em uma redonda maior e coloquei um copo de alumínio no centro.
* Não recomendo assar em forma de aro removível porque a manteiga fica pingando no forno e deixa  cozinha toda enfumaçada.





segunda-feira, 16 de julho de 2012

Sopa aveludada de abóbora, curry e gengibre


 Tempinho frio, dietinha básica da segundona, uma gripe que ninguém merece e uma abóbora cozida que sobrou do alm. Não teve jeito, essa sopinha foi a primeira coisa que veio em mente e foi uma ótima pedida. Delicinha!




Essa sopa é a base desse caldo, apenas acrescentei o gengibre, portanto fique à vontade para acrescentar frango desfiado ou camarões cozidos.

400g de abóbora picada
1/2 cebola picada
2 dentes de alho amassados
1 xícara de leite ou leite de coco
Curry a gosto
Pimenta do reino
1 colher de chá de gengibre ralado
Água quanto baste
1 colher de sopa de manteiga


Doure a cebola e o alho em um pouco de azeite ou manteiga e acrescente a abóbora, refogando bem. Acrescente um pouco de água e deixe cozinhar. Depois de cozida bata no liquidificador com o leite e volte para a panela, mexendo bem. Acrescente o curry, o gengibre e a pimenta e acerte o sal. Desligue o fogo e acrescente a manteiga, mexendo bem até incorporar. Sirva quente.




Filmes do fim de semana


  Locamos três filmes em dvd para o final de semana e ficamos na total hibernação... Esses dois foram os aprovados, então fica a dica!




História Cruzadas se passa no Mississipi, anos 60 e conta a história de uma moça da sociedade que resolve escrever sobre a situação das empregadas negras, narradas por elas mesmas. É aquele filme em que você experimenta todo o tipo de emoção, desde revolta a boas gargalhadas. Muito legal, recomendo!





O Despertar nos surpreendeu. Tínhamos acabado de ver um filme ruim e ficamos apreensivos quando vimos aquele monte de trailler horroroso, mas desde o início o filme nos prendeu a atenção e mostrou um suspense interessante, sem aquelas cenas forçadas de terror. Fala de uma jovem que vai à caça de fantasmas para justamente provar que os mesmos não existem. Ficamos o tempo todo imaginando o final e mudando de ideia à medida em que ele se aproximava. Lendo por aí vi que alguns se decepcionaram um pouco com o desfecho, mas mesmo assim acho que é um filme que vale a pena assistir. Fica a dica!






terça-feira, 10 de julho de 2012

Pão-de-ló com morangos - update

  Atendendo a pedidos, eis é a nova versão do meu pão-de-ló com morangos. A massa é ótima para trabalhar e fica bem alta. Uma delícia!




Massa:

6 ovos
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
2 xícaras (chá) de açúcar
200 ml de água - + ou - 3/4 xícara
100 ml de óleo- + ou - 1/3 xícara


Modo de preparo da massa:

1º - Em uma vasilha grande bata as claras em neve bem firmes, acrescente as gemas, uma a uma, sem parar de bater e em seguida, adicione o açúcar, até ficar bem fofo.
2º - Ferva juntos a água e o óleo. Quando a 1ª mistura estiver bem crescida, despeje a mistura de água e óleo ferventes, nesse momento só uma boa misturada.
3º - Acrescente a farinha de trigo aos poucos, mexendo com o fouet bem delicadamente. Por último o fermento.
4º - Após misturá-los bem, despeje em uma fôrma/assadeira untada e enfarinhada. Uso forma redonda de aro removível de 30 cm de diâmetro.
 5º - Para assar a massa: forno pré-aquecido, com a temperatura entre 170º a 180º graus, mais ou menos, de 40 a 45 minutos ou de acordo com o seu forno.

Depois de frio corte em 3 discos.


Recheio: 

3 caixas de morango picado
2 latas de leite condensado
1 lata e meia de leite
1 colher de sopa de manteiga
2 colheres de sobremesa de maizena
Leite para molhar ( 500 ml )
Chantilly para cobrir - gosto da marca hulalá


Recheio: leve ao fogo o leite condensado com 1 lata de leite e a manteiga. Dissolva a maisena em meia lata de leite e reserve. Quando o leite condensado começar a ferver, acrescente a maizena diluída e mexa bem, se tiver um batedor de arame (fouet) melhor ainda. Mexa sempre e depois que engrossar deixe cozinhando em fogo baixo por uns 5 minutos. Desligue o fogo.

Montagem:  Como faço na forma de aro removível, vou montando o bolo dentro dela:

pão de ló – leite com um pouquinho de açúcar ( pode molhar bem)- creme – morangos*- repita o processo finalizando com o pão de ló, vire o bolo e cubra com chantilly.

Sirva bem gelado.


* Gosto de deixar os morangos em contato com a massa de baixo, pois se soltarem água ela absorve. Nesse receita eu os coloco por cima do creme porque depois eu viro o bolo e eles ficam por baixo.






quinta-feira, 5 de julho de 2012

Pão enrolado de presunto e queijo

 O nome original dessa receita é empadão de presunto e queijo, mas na verdade é um pão, maravilhoso por sinal, que dá vontade de comer de uma vez.... 


Foto: www.nestle.com.br

 A foto acima é a mesma do meu livrinho de receitas que eu ganhei da Maggi quando era mais nova, só coisa gordinha!

Massa:
1 tablete de caldo de carne
1 tablete de fermento biológico (15g)
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 ovo
4 colheres (sopa) de óleo
Recheio:
1 tablete de caldo de carne
2 colheres (sopa) de leite quente
1 xícara (chá) de presunto picado (150g)
1 xícara (chá) de queijo minas frescal picado (100g)- eu prefiro o minas sem ser frescal (gorda!)
Meia xícara (chá) de queijo parmesão ralado (50g)
2 ovos
meia colher (chá) de pimenta-do-reino
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de salsa picada
Meia xícara (chá) de azeitona verde picada
1 tomate picado
1 cebola cortada em rodelas
Gema , para pincelar
 


Preparo:
 
Massa: Dissolva em meia xícara (chá) de água morna o tablete de caldo de carne e o fermento. Coloque a farinha em uma tigela, faça uma cova no centro e adicione o caldo de carne dissolvido junto com o fermento, o ovo e o óleo. Trabalhe a massa, misturando bem todos os ingredientes, até que se solte facilmente das mãos. Deixe a massa descansar, coberta com um pano, por cerca de 1 hora, de preferência em lugar aquecido e sem corrente de ar.

Recheio: Dissolva o tablete de Caldo MAGGI® no leite. Junte o presunto, os queijos, os ovos, a pimenta, a farinha, a salsa, as azeitonas, o tomate e a cebola. Misture bem e reserve. Abra a massa em forma de um retângulo com o auxílio de um rolo. Coloque-a em uma assadeira retangular grande (24 X 34cm) untada e espalhe o recheio no centro. Pincele as laterais com a gema, dobre cada lado menor, deixando cerca de 2 dedos da massa sobre o recheio. Dobre as laterais maiores uma sobre a outra, formando um envelope. Pincele com a gema e leve ao forno médio-alto (200°C), por aproximadamente 45 minutos. 

Congelamento: Se desejar, congele o empadão já assado e frio. Embale, etiquete e leve ao freezer ou duplex por até 3 meses. Para descongelar, leve-o ao forno baixo (150°C) até aquecer.



quarta-feira, 4 de julho de 2012

Filme: Guerra é Guerra




 Vi essa comédia romântica no avião e me diverti muito!!! Fala de dois amigos que são agentes da CIA e que disputam uma garota, cada um com suas estratégias. Os atores formaram um trio carismático e com muito charme, acho que nunca vi Reese Whiterspoon tão bonita, os outros dois então.... Não gosto de criar muita expectativa para os outros, mas eu adorei esse filme e recomendo! De vez em quando até saíam umas gargalhadas um pouco mais altas que o padrão durante o vôo.... rsrs




domingo, 1 de julho de 2012

Risoto cremoso de abóbora e carne-seca

 A correria da semana, alguns bolos de aniversário e uma certa dietinha deixaram o blog meio sem novidades, mas para compensar todo esse tempo, posto a receita desse risoto que venho desejando há tempos, mas só pude fazer hoje. Ficou uma delícia!!! Hum.....




Quantidade para 4 pessoas

Carne-seca: vocês vão ter que me perdoar, mas separei uma porção de carne-seca da minha casa e não tenho a menor ideia da quantidade. De qualquer forma era pouca coisa, algo em torno de 1 xícara de chá, mas que na próxima vez vou dobrar ou triplicar para ficar mais gostoso.

Dessalgue a carne-seca alguns dias antes, trocando a água de vez em quando. Cozinhe por 30 minutos na pressão e reserve.


Receita do risoto:

2 xícaras de chá de arroz arbório
1 cebola picada em cubos
2 dentes de alho amassados
Carne-seca
1 tomate sem pele picado (opcional)
+ ou - 400g de abóbora cozida e amassada grosseiramente
1 litro de caldo de frango ( 1 a 2 tabletes)
3/4 de xícara de vinho branco seco
2 colheres de sopa de cream cheese
2 colheres de sopa de manteiga
1 punhado de parmesão ralado
Sal e pimenta do reino
Azeite


Refogue a metade da cebola em um pouco de azeite até dourar. Acrescente a carne-seca e frite bem. Reserve.

Em outra panela refogue o restante da cebola e o alho em uma colher de manteiga. Junte o arroz e mexa bem para 'tostá-lo'. Junte o vinho branco e quando estiver reduzido, acrescente o tomate e depois um pouco de caldo.Vá mexendo sempre em fogo baixo e à medida que o caldo for secando, acrescente mais um pouco. Quando o arroz estiver praticamente cozido, acrescente a abóbora, a carne-seca ( se preferir pode deixar para colocar por cima do risoto quando for servir) e o cream cheese. Desligue o fogo, acrescente uma colher de sopa de manteiga e o parmesão. Mexa bem e acerte o sal e a pimenta do reino, se necessário. Sirva imediatamente. Azeite e tabasco acompanham bem!